Entrevista.com - O Jornalismo como ele foi, deve ser e sempre será - Ibmec Barra


UNIDADE IBMEC QUE O CURSO SERÁ OFERECIDO:
BARRA

DIAS DAS AULAS:
05,12,19 de Março de 2016

HORÁRIO:
Sábado: 08h30 às 14h30

* Após a data limite de inscrição on-line, as matrículas serão recebidas apenas nas secretarias Ibmec.

* Para matrículas de Pessoa Jurídica (PJ), só será aceito o pagamento à vista.

* O Ibmec se reserva o direito de cancelar o curso devido à quórum baixo.

OBJETIVOS GERAIS: 
Valorizar e otimizar a experiência do bom e velho JORNALISMO e o potencial do bom e novo JORNALISMO, além de provar que um e outro continuam sendo o BOM JORNALISMO DE SEMPRE - seja em seus modelos tradicionais, seja em seus formatos digitais. A mídia em geral e a imprensa em particular estão em fase de “ruptura” e “reinvenção”. Esse curso vem mostrar que nem a ruptura e nem a reinvenção estão consolidadas, permitindo limbos ou interseções (onde a convivência “impresso/online” ainda é desconfortável), mas também permitindo um horizonte de transformações e especializações (tão magníficas quanto as que se confirmaram após a inovação da prensa de Gutenberg). É fato que a mídia e a imprensa vivem hoje divididas entre os clássicos dos modelos antigos e os aprendizados dos modelos novos. Outro objetivo desse curso é provar que, em vez de divididas, mídia e imprensa (bem como seus profissionais) podem "somar" cada vez mais conhecimento, experiência, excelência, potencial e diferencial. “Somar” no sentido de se tornarem ainda mais influentes e relevantes em ambientes marcadamente livres e democráticos - essenciais para bons cidadãos exercerem suas vocações na área de Comunicação e desenvolverem suas carreiras, movidos principalmente por seus talentos, instintos e méritos no BOM JORNALISMO – que não está no fim... só está em outro (re)começo.

PROGRAMA DO CURSO:
O Novo Mundo Da Comunicação (Tecnologia E Inovação)
Novas Mídias Em Transformação E A Reinvenção Da Imprensa
Plataformas Digitais X Famílias Ou Grupos Centenários
Tradição E Distribuição X Digitalização E Visualização
O Jornalismo Multifuncional E O Profissional Multitarefa
Ouça A Experiência E Não Desperdice A Tecnologia! (Não É Uma Questão De Escolha)
O Que O Wikileaks Tem A Aprender Com Os Jornalões
Se Não Gosta Da Resposta... Mude A Pergunta (Mas Não Mude De Profissão)

Liberdade De Imprensa, Expressão E Opinião
Ter Opinião Se Tornou Uma Coisa Perigosa. Por Quê?
A Sociedade Precisa Da Coragem Dos Jornalistas
Palavras Livres! Nação Livre! Vida Livre!
Livrai-Nos E Perdoai-Nos! 10 Pecados Nossos De Cada Dia!
Erramos! 10 Reportagens Que Abalaram A Imprensa...
Perfis! 10 Jornalistas Que Você Precisa Conhecer...
Reputação! 10 Lições De Confiança E Credibilidade

Quando A Maior Verdade Está Em ‘Buscar’ A Verdade
O Que “Boas Histórias” Têm A Ensinar A Bons Jornalistas
Se Escolher O Jornalismo, Escolha Ser ‘Jornalista’
O Desafio Do Jornalismo E A Vocação Do Jornalista
O Jornalismo Cultural, Político, Econômico E Esportivo.
O Jornalismo Óbvio, O Repetitivo E O Investigativo.

O Jornalismo Como Ele Foi, Deve Ser E Sempre Será...

PROFESSOR:
Alex Campos Com 30 anos de profissão e ainda atuando no mercado jornalístico, Alex Campos é hoje:
- Sócio da Alex Campos Ideias & Ideais Comunicações .
- Colunista de Economia da Rádio JBFM 99,9 (RJ), líder no segmento "Adulto Qualificado".
- Titular da Cátedra 184 da Academia Brasileira de Ciências Econômicas, Políticas e Sociais.
- Em 2015, foi consultor de TV, Rádio, Mídias Digitais e Impressas da ACRio (Associação Comercial do Rio).
- Em 2014/2013, foi diretor de Redação do Jornal Corporativo, de finanças, negócios e investimentos.
- Em 2012, 2011 e 2010, foi gerente de Comunicação do Crea (Conselho Regional de Engenharia).
- Em 2009, participou da criação e foi o primeiro editor do Blog Fatos & Dados, da Petrobrás.
- Foi Editor de Economia do jornal O DIA por 10 anos (2009-1999), onde acumulou 11 prêmios, incluindo: 1 Esso (equivalente ao Oscar da imprensa brasileira) e 1 CNH Capital de Excelência em Jornalismo Econômico.
- Em 1999... 98... 97... Trabalhou em outros jornais (JB, O GLOBO) e revistas (Manchete, Marie Claire, Ele Ela).
- Começou a carreira no Sistema Globo de Rádio (SGR), onde atuou no projeto-piloto de criação da rádio CBN.